Buscar
  • Caio Salles

Crise climática está tornando furacões mais fortes



Os furacões tornaram-se mais fortes em todo o mundo durante as últimas quatro décadas. É o que mostra pesquisa publicada neste mês de maio na Proceedings of the National Academy of Sciences.


A análise de imagens de satélite desde 1979, assim como já previam teorias e modelos matemáticos, mostrou que as mudanças climáticas estão tornando essas tempestades mais intensas e destrutivas. De acordo com os dados, aumentou a probabilidade de um furacão chegar a categoria 3 ou mais, com ventos superiores a 160 km/h, em cerca de 8% por década.

A física sugere que, à medida que o mundo se aquece, os furacões e outros ciclones tropicais devem ficar mais fortes, porque a água mais quente fornece mais energia que alimenta essas tempestades. E as simulações climáticas há muito mostram um aumento de furacões mais fortes à medida que o aquecimento continua.

4 visualizações

© 2016 por Cumulus TV.