Posts Recentes
Posts Em Destaque

Samoa cria santuário para tubarões e raias


No início de março, o primeiro-ministro de Samoa, Tuilaepa Aiono Sa'ilele Malielegaoi, anunciou que a nação insular está declarando suas águas como um santuário de tubarões. As águas ao redor do pequeno país do Pacífico Sul abrigam cerca de 30 espécies de tubarões e raias. Uma vez estabelecido, o santuário de tubarões será o 17º do mundo.

O primeiro-ministro fez o anúncio em um fórum para celebrar a história de conservação da região. A regulamentação proibirá a pesca comercial nas águas do país, bem como a posse, comércio ou venda de tubarões ou produtos de tubarão ao longo da zona econômica exclusiva de 128mil quilômetros quadrados. O equipamento de pesca que visa os tubarões também será banido.

Funcionários de 10 nações insulares do Pacífico participaram do simpósio, que também discutiu as medidas anteriores de conservação de tubarões. O primeiro santuário de tubarões na área, o Micronesia Regional Shark Sanctuary, foi criado em 2015. Ele inclui as águas de Palau, Ilhas Marshall, Estados Federados da Micronésia e Kiribati, representando uma faixa contígua de oceano maior que a da União Européia. .

“Como mordomos do Oceano Pacífico, é nosso dever protegê-los e, ao fazer isso, também estamos protegendo os meios de subsistência de nosso povo”, disse o primeiro-ministro. “Portanto, Samoa se juntou às posições de outras ilhas do Pacífico de conservação de tubarões, definindo nossas águas nacionais como um santuário seguro para todos os tubarões e raias.”


Arquivo

© 2016 por Cumulus TV.