Posts Recentes
Posts Em Destaque

Centenas de navios pesqueiros ameaçam Galápagos


Autoridades do Equador estão em alerta depois que a marinha do país descobriu uma enorme frota pesqueira de navios de bandeira chinesa a cerca de 320 quilômetros das Ilhas Galápagos.


Cerca de 260 navios estão em águas internacionais, nos arredores de uma zona econômica exclusiva de 300 quilômetros ao redor das ilhas, mas sua presença já elevou a perspectiva de sérios danos ao delicado ecossistema marinho.


Os navios de pesca chineses chegam todos os anos aos mares ao redor de Galápagos, declarados patrimônio mundial da UNESCO em 1978, mas a frota desta vez é uma das maiores vistas nos últimos anos.


Ele acrescentou que a equipe também procuraria fazer cumprir acordos internacionais que protegem as espécies migratórias. A reserva marinha de Galápagos tem uma das maiores concentrações mundiais de espécies de tubarões, incluindo espécies ameaçadas como tubarões-baleia e tubarões-martelo.


A marinha equatoriana acompanha a frota pesqueira desde que foi avistada na semana passada, segundo o ministro da Defesa do país, Oswaldo Jarrín. "Estamos em alerta, [realizando] vigilância, patrulhando para evitar um incidente como o que aconteceu em 2017", disse ele.


O incidente de 2017 a que ele se referiu foi a captura pela marinha equatoriana na reserva marinha de Galápagos de um navio chinês. Verificou-se que o Fu Yuan Yu Leng 999, parte de uma frota ainda maior do que a atual, transporta 300 toneladas de fauna marinha, principalmente tubarões.


Leia a matéria completa, publicada em inglês, no The Guardian.

Arquivo

© 2016 por Cumulus TV.