Posts Recentes
Posts Em Destaque

Estudo revela diferenças entre lixo encontrado nas praias e no fundo do mar


No primeiro estudo global realizado a partir de dados coletados pelo Dive Against Debris, do Project Aware, do qual o Projeto Verde Mar é parceiro, e a Ocean Conservancy, responsável pelo International Coastal Clean Up, de coleta de resíduos nas praias, a análise dos dados mostrou uma incompatibilidade geral entre o que é localizado na costa e o que é encontrado no fundo do mar.


O estudo avaliou a relação entre os detritos terrestres e o que é encontrado nos fundos dos mares correspondentes e foi publicado no Journal of Environmental Pollution e foi realizado por cientistas da Commonwealth Scientific and Industrial Research Organization (CSIRO), a agência nacional de ciência da Austrália; Project AWARE®, uma organização global sem fins lucrativos que conecta ações e políticas da comunidade; e Ocean Conservancy, uma organização sem fins lucrativos sediada nos EUA. A análise estatística feita pelos cientistas do CSIRO sugere que a flutuabilidade, bem como a tendência de se prender, são fatores mais prováveis que influenciam se um item encontrado na praia também aparecerá debaixo d'água. Assim, bitucas de cigarro, por exemplo, que são muito encontradas em praias pelo mundo, tem poucos registros no fundo do mar, já que tendem a boiar e serem carregadas pelas correntes e movimentos de marés para pontos mais afastados da costa.


Os dados utilizados na pesquisa foram coletados por cientistas cidadãos entre 2011 e 2018, abrangendo 86 países e cobrindo mais de 19.000 locais de terra e fundo do mar. Mais de 32 milhões de itens de detritos foram registrados nas pesquisas da International Coastal Cleanup (ICC) da Ocean Conservancy e mais de 915.000 itens foram registrados nas pesquisas do fundo do mar Dive Against Debris do Project AWARE. Ítens mais comuns encontrados no fundo do mar, através das pesquisas Dive Against Debris do Project AWARE:


- linhas de pesca;

- fragmentos de plástico;

- latas de metal;

- garrafas de bebidas de plástico;

- garrafas de vidro;

- embalagens de alimentos;

- cordas;

- sacolas plásticas;

- resíduos de construção. Os itens mais comuns encontrados ao longo da costa através do ICC, da Ocean Conservancy, incluem:

- cigarros;

- fragmentos de plástico;

- embalagens de alimentos;

- garrafas plásticas de bebidas;

- tampas de garrafas plásticas;

- espuma sintética;

- sacolas plásticas;

- latas de metal;

- garrafas de vidro. Coletivamente, a análise constatou que os 10 itens mais comuns em ambos os habitats são:

- cigarros;

- linha de pesca;

- fragmentos de plástico;

- embalagens de alimentos;

- garrafas de plástico;

- garrafas de vidro;

- tampas de garrafas de plástico;

- latas de metal;

- sacolas plásticas;

- espuma sintética.


Desses, sete itens são feitos total ou parcialmente em plástico, enquanto cinco estão diretamente ligados à indústria de alimentos e bebidas.







Arquivo

© 2016 por Cumulus TV.