top of page
Posts Recentes
Posts Em Destaque

Projeto Verde mar retoma atividades de sensibilização ambiental na PraiaVermelha


Depois de 17 meses desde o último evento de coleta de resíduos subaquáticos na

Praia Vermelha, o Projeto Verde Mar vai retomar as ações socioambientais com a

participação de diversos projetos de pesquisa e conservação ambiental parceiros.

Além dos mutirões de coleta de resíduos na praia, nos costões rochosos e no fundo

do mar com os voluntários do projeto, nossos parceiros também realizarão

exposições e atividades de sensibilização e educação ambiental, trazendo cultura

oceânica e reflexões sobre a poluição no mar para os frequentadores desta que é

uma das praias mais icônicas da cidade do Rio de Janeiro, aos pés do Pão de

Açúcar e na entrada da Baía de Guanabara.


As atividades começam às 09h da manhã, com os mergulhadores indo para a água

em busca de resíduos sólidos no fundo do mar e os voluntários começando o

mutirão nas areias da praia e nos costões rochosos. As tendas dos projetos estarão

montadas no calçadão da praia, com exposições e atividades para crianças, jovens

e adultos.


Os resíduos coletados pelos mergulhadores do Projeto Verde Mar fazem parte de

uma pesquisa científica e compõem um banco de dados internacional do Programa

Dive Against Debris, da Fundação Padi Aware, que monitora o lixo submerso em

todo o mundo. Parte dos resíduos coletados também vão fazer parte de uma obra

de arte desenvolvida pelos artistas plásticos Marcelo Macedo e Guilherme Gafi, em

parceria com o Projeto Ilhas do Rio, e que será apresentada no dia 12 de dezembro

durante o evento Rei e Rainha do Mar na praia de Copacabana.


Durante a ação, também será lançado um manifesto pela proibição da pesca

predatória embarcada dentro da enseada da Praia Vermelha, com a criação do

Santuário Marinho da Paisagem Carioca e a regulamentação da atividade de pesca

recreativa na região. Apesar da enseada da praia Vermelha estar dentro de áreas

marinhas protegidas - a APA Paisagem Carioca e o Parque Natural Municipal

Paisagem Carioca -, as pescarias de cerco e de arrasto ainda ocorrem nesta região

e causam grande prejuízo à biodiversidade marinha. Por isso, a proposta de criação

do Santuário Marinho da Paisagem Carioca visa não só uma comunicação mais

eficaz a respeito da importância desta área para a conservação marinha, mas

também para a regulamentação e fiscalização mais intensa contra este tipo de

pesca predatória na região.


A ação conta com o apoio do Bondinho Pão de Açúcar, da Associação Brasileira de

Combate ao Lixo no Mar, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente - por meio das

gestões do Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca e do

Parque Natural Municipal Paisagem Carioca - e dos parceiros com seus respectivos

apoiadores e patrocinadores:

Projeto Ilhas do Rio:

Com dez anos de pesquisas nas Ilhas do Rio de Janeiro e ações de educação

ambiental, o projeto realizará atividades com crianças, jovens e adultos, além de

uma exposição fotográfica com a biodiversidade e o impacto da poluição nas ilhas

do Rio.


Projeto Aruanã:

Realizando atividades de pesquisa e conservação das tartarugas marinhas há

quase dez anos, o Projeto Aruanã vai trazer sua exposição e atividades de

sensibilização sobre estes tão carismáticos animais, que usam as águas da Praia

Vermelha como local de abrigo e de alimentação.


Projeto BG500:

Com um olhar diferenciado para os resíduos subaquáticos, o Projeto BG500, ligado

à Associação Brasileira de Combate ao Lixo no Mar, faz um trabalho de resgate da

fauna associada ao lixo marinho, com enfoque na sensibilização e educação sobre

a importância dos pequenos seres que muitas vezes ficam invisibilizados. Durante a

atividade, alguns animais marinhos que vivem associados ao lixo no mar são

apresentados aos visitantes, que conhecem um pouco mais sobre a fauna bentônica

(que vive associada ao fundo e costões rochosos) do mar do Rio de Janeiro, como

caranguejos, estrelas e ouriços do mar, poliquetas, entre outros.


Instituto Ecosurf:

O Instituto Ecosurf está fazendo uma expedição pela costa brasileira realizando

mutirões de despoluição de praias e, depois de passar por Rio Grande do Sul,

Santa Catarina, Paraná e São Paulo, estará no Rio de Janeiro junto com o Projeto

Verde Mar para realizar a atividade na Praia Vermelha. Além da sensibilização das

pessoas com a atividade, o material coletado é quantificado e qualificado seguindo

protocolos internacionais para que se tenha um dado científico a respeito dos tipos

de resíduos encontrados nas praias do Brasil.


Projeto Meros do Brasil:

Com quase uma década de pesquisas sobre o maior peixe ósseo da costa

brasileira, o Meros do Brasil está presente em nove pontos pelo litoral e leva nos

eventos suas atividades de sensibilização e divulgação dos peixes no Brasil, com

jogos educativos, atividades para crianças e exposições interativas.


Projeto Coral Vivo:

Os recifes de coral cobrem menos de 1% do oceano, mas abrigam cerca de 25%

das espécies marinhas. Para chamar a atenção para sua importância e trabalhar por

sua conservação, o Projeto Coral Vivo atua há quase vinte anos pela costa

brasileira. Neste evento, vão trazer atividades de sensibilização ambiental, como a

contação de histórias para entreter e informar os participantes.

Os projetos Meros do Brasil e Coral Vivo integram a Rede Águas da Guanabara, a

REDAGUA, e estarão representando esta rede de projetos de pesquisa e

conservação ambiental que atuam na região da Baía de Guanabara e inclui também

os projetos UÇÁ e Guapiaçu.


Serviço:

O que: Mutirão de limpeza de praia e sensibilização ambiental

Quando: Dia 04 de dezembro, das 09h às 13h

Onde: Praia Vermelha, bairro da Urca, Rio de Janeiro/RJ

Quem: Projeto Verde Mar e Parceiros

Contato: Caio Salles

caio@projetoverdemar.com

21 99213 7979




Bình luận


Arquivo
bottom of page