Posts Recentes
Posts Em Destaque

212 ativistas do meio ambiente foram assassinados em 2019



Em relatório publicado na última quarta-feira, dia 29 de julho, a ONG internacional Global Witness, revelou um número recorde de assassinato de ativistas ambientais em 2019. Ao todo foram 212 mortes em 22 países, uma média de mais de quatro pessoas por semana. E o Brasil está entre os países que mais mataram, com 22 defensores da terra e do ambiente assassinados ao longo de 2019. Estamos atrás apenas de Colômbia e Filipinas, com destaque ainda por ser o país que mais aumentou os ataques contra populações indígenas, com 10 mortes.


O relatório é baseado em pesquisas sobre os assassinatos e desaparecimentos entre defensores do meio ambiente no período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2019 e também mostra a ampla gama de violências não letais, ameaças e criminalização que enfrentam.


Desde dezembro de 2015 - o mês em que o acordo climático de Paris foi assinado e o mundo

supostamente se uniria em meio a esperanças de uma nova era de

progresso climático, essa média de cerca de quatro pessoas mortas por semana por defenderem o meio ambiente se mantém.



Arquivo

© 2016 por Cumulus TV.