Posts Recentes
Posts Em Destaque

Tartaruga marinha salva no Rio de Janeiro


Na Semana do Dia Mundial do Oceano, passamos por uma sequência de acontecimentos que nos levaram da alegria a tristeza em muito pouco tempo.


Domingo, dia 06 de junho, identificamos uma área de alimentação de tartarugas marinhas dentro do Parque Natural Municipal Paisagem Carioca, na Praia Vermelha, no Rio de Janeiro. Para confirmar que as tartarugas usam esta área para se alimentar frequentemente, passamos a ir todos os dias, numa parceria com o Projeto Aruanã, para monitorar o comportamento destas tartarugas por lá. No entanto, logo na segunda-feira, dia 07 de junho, a primeira notícia ruim: Nos deparamos com uma tartaruga morta na praia, que foi levada pelo Projeto de Monitoramento de Praias, o PMP.



Sexta-feira, dia 11, voltamos à Praia Vermelha e depois de mais de uma hora de monitoramento, uma surpresa nada boa: uma das tartarugas que havíamos observado durante a semana foi pescada por um pescador recreativo, que realizava a atividade em área proibida para a pesca por se tratar de uma Unidade de Conservação de Proteção Integral. O pescador alegou não saber das restrições da pesca naquela área, assim como muitos outros pescadores e caçadores subaquáticos que frequentam a Praia Vermelha.




O acontecimento reforça a necessidade de uma melhor comunicação e sensibilização da população a respeito da importância das áreas marinhas protegidas. Por isso, elaboramos o projeto de criação do Santuário Marinho da Paisagem Carioca, que não é uma categoria que faz parte do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, mas tem como objetivo chamar a atenção para as unidades de conservação marinha desta região, incluindo o Parque Natural Municipal Paisagem Carioca, que é a única Unidade de Conservação de Proteção Integral que inclui uma Área Marinha sob gestão da prefeitura do Rio de Janeiro. Com a criação do Santuário e as atividades de pesquisa, engajamento social, educação e comunicação ambiental realizadas pelo Projeto Verde Mar e seus parceiros, queremos proteger as tartarugas marinhas, os peixes e todos os seres vivos desta área tão importante para os cariocas e para o mundo.


Vale lembrar que a enseada da Praia Vermelha faz parte do Ponto de Esperança das Ilhas Cagarras e Águas do Entorno, reconhecida pela Mission Blue Internacional como prioritária para a conservação marinha. Venha com a gente nessa mobilização pelo Santuário Marinho da Paisagem Carioca e ajude a promover o uso responsável do oceano!